Cardápios Inclusivos. Lu Barbo.

Os cardápios deveriam ser inclusivos. Por que crianças comem as mesmas sobremesas que os adultos e não podem comer os mesmos pratos? Não tem que ter diferenciação. Essa exclusão faz parecer que elas não são parte da família”, diz o professor, que criou a Iniciativa Bandoneón há cinco anos para levar conhecimento sobre gastronomia a comunidades desfavorecidas.

O projeto percorreu diversas escolas públicas, ensinando merendeiras a diversificarem os preparos com os insumos já presentes em suas cozinhas. O contato com os alunos mostrou a ele como as crianças se interessam pela comida, se inseridas no processo. “As crianças são extremamente honestas e não têm problema para dizerem que não gostaram. Tive todos os tipos de depoimentos e percebi que os que moram mais afastados de centros urbanos, têm uma familiaridade muito maior com os vegetais, prestam mais atenção ao que estão comendo”, afirma o educador.


Educando o paladar

Nesta semana, em que se comemora o Dia Mundial da Alimentação, Sebastian lança uma cartilha com cinco receitas elaboradas nos cinco anos da iniciativa, em parceria com o projeto Chef e Nutri na Escola e com a Diretoria de Alimentação Escolar da Secretaria de Educação. Totalmente ilustrado por Bárbara Nozari, o material pretende ser acessível até mesmo a quem não sabe ler e estará acessível pela internet e será distribuído nas escolas.

Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square